Tempo
Política não é como torcer para time de futebol
12/08/2017

Se o nosso time do coração ganha com um gol roubado nós falamos que todos os juízes roubam. Se o nosso time perde com um gol roubado a casa cai e ficamos bastante indignados.

O sentimento de gostar faz a diferenças e perdoar quem a gente gosta é muito fácil. Só que a política deveria ser feita de princípios que se traídos nivelaria todos no mesmo patamar. É o caminho a ser praticado e a conduta ética a ser buscada.

Dentro dos mesmos princípios \"o pau que bate em Chico, bate em Francisco\" e se pretendemos mudar nossa política para melhor é melhor que assim seja.

Atos de corrupção atingem o ex-presidente Lula, o atual presidente Michel Temer e o Senador Aécio Neves. Os três devem ser medidos com a mesma régua, independentemente de nossa cor partidária ou de nossas preferências pessoais. Representam os três maiores partidos políticos brasileiros, PT-PMDB e PSDB, e só isso já indica como a política nacional está podre.

Se for feito um grande acordo de bastidores que livre os citados do pagamento de seus delitos, toda a nação deve reagir indignada ou será conivente com o princípio oportunista de que o meu político \"é o meu bandido favorito\". Não se combate um bandido com outro, se combate bandidos com justiça.

Petistas avermelhados defendem Lula, oportunistas de plantão defendem Temer e tucanos envergonhados defendem Aécio Neves. O Brasil só avançará sem esse tipo de fazer política que une de forma siamesa políticos, empresários, doleiros, operadores do sistema e até alguns homens da justiça.

Um dia a Operação Lava Jato vai acabar. A pergunta que fica é: criaremos uma nova cultura política ou tudo voltará, aos poucos, a ser como antes? A conscientização de cidadãos e de grupos de cidadania organizados é que farão a diferença. O maior problema é o tamanho dos governos na União, nos Estados e Municípios e a excessiva centralização financeira.

Todos buscam cargos, favores e recursos, e todos se corrompem por isso. Quando o leitor for defender Lula, Temer ou Aécio deixe de lado o seu gostar e pense no Brasil. A nenhum país, em que foram colocados problemas tão graves, foi negado recursos e uma formidável coleção de cabeças inteligentes para resolve-los. Depois de lavar a jato, é preciso lavar mais branco e livrar-nos de toda a sujeira.

Acredite que a mudança é possível!

 

 
Mais Notícias
 
17/02/2018 - Não existe projeto de concessão do SAAEB na Câmara Municipal, afirma Chanel

17/02/2018 - Prefeitura e CODASP iniciam estudo para recuperação de estradas rurais

17/02/2018 - Cartório Eleitoral realiza cadastro biométrico

17/02/2018 - Reforma trabalhista, medida provisória e súmulas do TST

17/02/2018 - São Paulo cria acordo e libera R$ 7,7 bilhões para o pagamento de precatórios

17/02/2018 - Promoção Social abrirá inscrições para Frente de Trabalho na segunda-feira (19/02)

17/02/2018 - Departamento de Assistência e Promoção Social atende em novo horário

17/02/2018 - Rápidas da Política

17/02/2018 - O túnel do tempo compromete a prefeitura

17/02/2018 - Quatro grandes desafios da Gestão Pública bebedourense

Capa
Ofertas Sesé
Classificados
Lena Santin
Bebedouro Clube
Nando Domingues

© Copyright - Jornal Impacto/ 2018, Todos os direitos reservados - by + ideias Comunicação
Total de visitas do dia: 307
Total: 1.412.136