Tempo
Empresas que não se adequarem à Lei Geral de Proteção de Dados podem sofrer sanções e multas de até R$ 50 milhões
08/11/2019

A chamada Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), de nº 13.709 de agosto de 2018, prevê sanções e multas que podem chegar a R$ 50 milhões para as empresas que negligenciarem a necessidade de adotar medidas de segurança para tratamento adequado dos dados pessoais dos seus consumidores.

A lei brasileira, que entra em vigor em agosto de 2020, é reflexo dos constantes debates pelo mundo sobre proteção de dados e tem como inspiração o Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia, GDPR na sigla em inglês.

No Brasil, a legislação é destinada a todas as pessoas físicas ou jurídicas, de direito público ou privado, que realizem a coleta e o tratamento de dados no território nacional com o objetivo de fornecer bens e serviços. As exigências valem tanto para lojas físicas quanto para as virtuais.

A medida pede uma mudança na maneira como as empresas atuam em relação à coleta e tratamento de dados pessoais dos clientes, que independentemente do porte e do segmento, terão que se adequar. Alguns investimentos podem ser necessários dependendo da quantidade de dados tratados e da importância dessa atividade para a estratégia de negócio da empresa.

Devido à importância do tema, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) vem debatendo sobre a regulamentação da LGPD em seus órgãos de trabalho, inclusive em reuniões do Conselho de Comércio Eletrônico da Entidade.

Para orientar as empresas, a Federação também preparou um material institucional especial para que as empresas, a fim de que possam entender um pouco mais sobre a lei e o que é preciso para se adequar.

 

 
Mais Notícias
 
24/01/2020 - Câmara começa receber indicações de mulheres para homenagens

24/01/2020 - Com reajuste de 4,31% salário do prefeito vai a R$ 19.653,00 e o de vereador sobe para R$ 6.458,00

24/01/2020 - Acompanhe informações das transferências de recursos da União para o município. FISCALIZE

24/01/2020 - Prefeituras Paulistas recebem R$ 472,1 milhões em repasse de ICMS

24/01/2020 - Professora Anita Giglio Villela tem nome perpetuado em quadra de esportes

24/01/2020 - Projeto que poderia barrar emendas dos vereadores é rejeitado na Câmara

24/01/2020 - Prefeituras Paulistas recebem R$ 472,1 milhões em repasse de ICMS

24/01/2020 - Novos conselheiros tutelares são empossados

24/01/2020 - Continua a campanha Adote uma Árvore da concessionária de rodovias TEBE

24/01/2020 - Tarifa branca de energia elétrica ampliada a pequenos consumidores em 2020

Capa
Ofertas Sesé
Classificados
Lena Santin
Bebedouro Clube
Nando Domingues

© Copyright - Jornal Impacto/ 2020, Todos os direitos reservados - by + ideias Comunicação
Total de visitas do dia: 127
Total: 1.713.334