Tempo
Debate sobre salários de servidores descamba para a politicagem rasteira
10/07/2020

Imprensa oficial e redes sociais tem publicado lista de salários considerados altos para expor servidores ou fazer política da pior qualidade em tempos de eleições municipais.

Na realidade estão prestando um desserviço a população e cometendo um atentado a uma análise crítica do serviço público em seu tamanho, qualidade e custo.

Ao selecionar holerites com ganhos de 13º ou férias, misturar servidores concursados com cargos de confiança e não levar em conta direitos adquiridos ou tempo de serviços prestados, indica-se claramente os objetivos da divulgação.

É preciso deixar claro que temos mais de 2 mil servidores concursados na máquina pública bebedourense e 70% do total de servidores pertencem as áreas de Educação e Saúde.

Outra coisa que deve ficar bem clara é a transferência de responsabilidade de serviços e seus custos, dos governos para os municípios.

A Confederação Nacional dos Municípios aponta que os custos com Saúde ultrapassam 30% na maioria dos municípios, mais de 80% das cidades estão endividadas e as folhas de pagamentos dos servidores consomem cerca de 50% das receitas.

De outro lado a população reclama da qualidade dos serviços prestados pelas prefeituras. Não é fazendo uma guerra entre Executivo e Legislativo que vamos resolver os problemas.

É muito fácil nos tempos atuais de pandemia e preparação para as eleições municipais, jogar os cidadãos contra os políticos com o argumento de que ganham muito e fazem pouco.

É muito fácil também, dizer que se meia dúzia de cargos fossem extintos, os problemas desapareceriam.

A situação atual é delicada pois a prefeitura é deficitária e a câmara municipal é superavitária (planeja devolver R$ 2 milhões ao executivo no final do ano).

Criminalizar servidor e o expor a ira pública é um expediente perigoso e nada produtivo.

O Ministério Público e o Tribunal de Contas já fiscalizam as contas e os procedimentos das prefeituras e das câmaras municipais, e impõem punições que vão até perda de mandatos e devolução de recursos.

Todos os dados estão nos portais da transparência para os cidadãos-contribuintes-eleitores acessarem e formarem as suas opiniões.

Legalmente podem fazer projetos de iniciativa popular propondo redução de efetivo ou de salário.

O jogo é democrático, mudanças devem ser feitas e a participação popular é fundamental.

Só práticas nazistas ou inconsequentes devem ser repudiadas.

Ninguém deve se esquecer que salário muito baixo é a porta de entrada para a corrupção e a ineficiência! Pensem nisso. 

 

 
Mais Notícias
 
07/08/2020 - Governo de SP investe R$ 6,4 milhões em Hospital de Campanha em Bebedouro

07/08/2020 - Entrevias alerta: motoristas precisam ficar atentos com a velocidade baixa dos canavieiros na rodovia

07/08/2020 - Comércio de Bebedouro abre neste sábado

06/08/2020 - Em requerimento ao IMESB, Paulo Bola faz uma série de questionamentos

06/08/2020 - Prefeito usa dois pesos e duas medidas para os comerciantes, acusa vereador Chanel

06/08/2020 - Mariangela faz agradecimento a todos os colaboradores

05/08/2020 - Qual o valor de um idoso para uma instituição social?

05/08/2020 - Teremos um boom ferroviário no país nos próximos anos, diz Tarcísio Gomes de Freitas

05/08/2020 - Greening afeta quase 21% dos pomares de laranja de SP e MG

05/08/2020 - Exportação de carne bovina tem melhor julho da história

Capa
Ofertas Sesé
Classificados
Lena Santin
Bebedouro Clube
Nando Domingues

© Copyright - Jornal Impacto/ 2020, Todos os direitos reservados - by + ideias Comunicação
Total de visitas do dia: 234
Total: 1.818.403